A China está começando a ameaçar o domínio dos EUA no setor de supercomputadores



Quando o assunto é supercomputadores, os EUA costumavam comandar a parada. Mas estes dias estão ficando para trás, com a China se aproximando.

De acordo com a nova lista Top500, que elenca os destaques de desempenho em supercomputação por todo o mundo a cada seis meses, há um novo protagonista na área:

A China quase triplicou o número de sistemas na última lista. Por outro lado, o número de sistemas dos Estados Unidos caiu ao ponto mais baixo desde que a lista TOP500 foi criada, em 1993. A China também está conquistando uma maior porção como fabricante de computadores de alta performance, pois muitas empresas do país estão se tornando mais ativas neste campo.

O número de supercomputadores dos EUA no Top500 caiu para apenas 200 — em julho, eram 231. Enquanto isso, a China colocou 109 sistemas na lista, quase três vezes mais que os 37 do Top500 anterior.

A país asiático também mantém o primeiro lugar da lista com seu Tianhe-2, que pode chegar a impressionantes 33,86 quadrilhões de cálculos por segundo. Enquanto isso, o Titan, um supercomputador Cray XK7 instalado no Laboratório Nacional Oak Ridge, continua em segundo lugar. Ele consegue executar 17,59 quadrilhões de cálculos por segundo — metade da capacidade do monstro chinês.

[Top500]



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *