Cuba levará cinzas de Fidel de volta a berço da revolução


Mulher segura flores e retrato do ex-líder cubano Fidel CastroPor Sarah Marsh HAVANA (Reuters) – Uma procissão com as cinzas de Fidel Castro se preparava para partir de Havana nesta quarta-feira e realizar uma longa jornada a um local de repouso definitivo em Santiago de Cuba, onde os primeiros tiros da Revolução Cubana foram disparados e onde Fidel proclamou a vitória em 1959. Fidel, que governou Cuba por meio século até 2008, e construiu um Estado comunista às portas dos Estados Unidos, morreu na sexta-feira, aos 90 anos, mergulhando a nação caribenha em nove dias de luto. O ex-líder foi cremado no sábado. …



Source link

Nove DJs se apresentam em festa de música eletrônica em Brasília



O DJ Astrix durante apresentação (Foto: Objetiva Comunicação/Divulgação)O DJ Astrix durante apresentação (Foto: Objetiva Comunicação/Divulgação)

Brasília será palco no dia 11 de dezembro da “Mantra”, uma festa de música eletrônica que promete agitar o público com estilos como psy trance e full-on hi tech. O evento começa às 14 no Clube Engenharia e terá a presença de nove DJs. Nomes internacionais são os destaques do evento. Astrix, Burn In Noise, Ekanta, Freakaholics, entre outros, desembarcam na capital para a festa.

Um dos principais nomes da música eletrônica no mundo, Astrix é destaque no evento. Em Brasília, o artista toca hits de seus trabalhos recentes. Ele mistura high-tech futurista com os momentos de clímax que são sua marca registrada. Ele também vai apresentar sucessos que projetaram sua carreira internacionalmente, como “Eye to Eye”, “Psychedelic Academy” e “Artcore”.

As meias entradas custam R$50 e estão à venda nas lojas Setemares, pela internet e nas lojas da Bilheteria Digital. O evento não é recomendado para menores de 16 anos.

Mantra
Data: 11 de dezembro
Horário: 14h
Local: Orla do Clube da Engenharia (Setor de Habitações Coletivas Sul, trecho 2
Ingressos: R$ 50 (meia unissex)
Mais Informações: (61) 3342-2232.





Source link

The Weeknd consolida seu lugar no 1º time do pop com 'Starboy'; G1 ouviu



  •  

The Weeknd no clipe de 'Starboy' (Foto: Divulgação)The Weeknd passou a tesoura nos marcantes dreads ao lançar o terceiro disco. O cabelo mudou, mas no som… quanta semelhança com o segundo disco, ‘Beauty behind the madness’ (Foto: Divulgação)

“Starboy”, terceiro disco do The Weeknd, é previsível – para o bem e para o mal. O cantor canadense, uma dos destaques próximo Lollapalooza SP, passa 17 faixas sem fazer muito além do que se espera dele. Pelo menos o que se espera é um pop de primeira: R&B sexy e sombrio, com vocal impecável, de sussurros a gritos agudos. Letras sobre sexo, drogas e vida luxuosa também não mudaram.

 

Não dá para reclamar muito de um disco cuja principal falha é tentar ter hits demais. “Starboy”, se fosse um candidato a emprego, seria do tipo que diz “meu maior defeito é ser muito perfeccionista”. E não estaria mentindo. Participações de Daft Punk, Lana Del Rey e Kendrick Lamar deixam o jogo ganho. Nem precisava chamar o midas pop sueco Max Martin (Britney Spears, Maroon 5) para aparar as arestas de um som já tão redondo.

Se faltam surpresas, sobram canções tensas e marcantes para garantir que The Weeknd – surgido como figura enigmática há alguns anos e alçado à fama com “Beauty behind the madness”, em 2015 – se consolide no primeiro time do pop atual.

Recorde de streaming
O próprio sucesso é tema recorrente. “Acabei de ganhar um prêmio de um programa infantil / Falando sobre o rosto anestesiado por um saco de pó”, canta no R&B sussurrado “Reminder”. O assunto é o hit “I can´t feel my face”, que fala indiretamente sobre cocaína e, mesmo assim, foi sucesso onipresente, indicado até ao Kids Choice Awards.

Metade das faixas de “Starboy” ganharam no Spotify o adesivo de “explícito”, graças a versos como “When it touched my mouth / You were more than a fuck” – melhor não traduzir – da faixa minimalista de refrão matador “Attention”. O aviso não afastou ouvintes. O serviço de streaming anunciou que o disco bateu o recorde de audição em um único dia que era de Justin Bieber- o número não foi divulgado.

Capa de 'Starboy', do The Weeknd com Daft Punk (Foto: Divulgação)Capa de ‘Starboy’, do The Weeknd com Daft Punk
(Foto: Divulgação)

Anti-anti
“Starboy” vai no caminho oposto de outro queridinho do R&B que lançou um aguardado disco em 2016. Enquanto Frank Ocean aproveitou os holofotes para fazer um disco nada convencional, lento e climático, The Weeknd não saiu do molde. Não é por acaso que sete das dez músicas mais tocadas em streaming nos EUA hoje sejam do canadense.

Se 2016 é o ano de arriscar, vide “Lemonade” da Beyoncé e “Anti” da Rihanna, a ousadia aqui é agradar mais ao ouvinte comum que a crítica. Até quando varia referências, elas são radiofônicas. “Secrets” é new wave com sample de “Pale Shelter”, do Tears for Fears. Já “A lonely night” exagera na imitação de Michael Jackson.

Bons companheiros
A lista de convidados merece aplausos. Lana Del Rey é a cara das personagens que The Weeknd sempre canta: musas cínicas, de coração gelado. E vice-versa, já que ele também encarna o homem poderoso e arisco que ela idolatra. A união perfeita é celebrada no hip hop “Party monster” e na vinheta “Stargirl interlude” – até o interlúdio de menos de dois minutos merece tocar no rádio.

O Daft Punk dá a cara dos “ha ha has” robóticos de “Starboy” e do house oitentista de “I feel it coming”, que parece uma versão mais calma de “One more time”. Entre inúmeros produtores em alta no pop eletrônico, como Max Martin, vale destacar um veterano:  Peter Svensson, guitarrista dos Cardigans. Os refrões mais fáceis aqui passam por ele: “Rockin'” e “Love to lay”. Perdem um pouco a assinatura de The Weeknd, mas são irresistíveis mesmo assim.

The Weeknd canta a canção indicada 'Earned it' no Oscar 2016 (Foto: REUTERS/Mario Anzuoni)The Weeknd canta a canção indicada ‘Earned it’ no Oscar 2016 (Foto: REUTERS/Mario Anzuoni)





Source link

Ex-baterista dos Engenheiros do Hawaii, Carlos Maltz faz cirurgia no DF



O ex-baterista da banda Engenheiros do Hawaii Carlos Maltz e o vocalista da banda, Humberto Gessinger (Foto: Arquivo Pessoal)O ex-baterista da banda Engenheiros do Hawaii Carlos Maltz (à direita) e o vocalista da banda, Humberto Gessinger (Foto: Arquivo Pessoal)

O ex-baterista da banda Engenheiros do Hawaii Carlos Maltz faz uma cirurgia para tratar um aneurisma na aorta às 9h desta quarta-feira (30) em um hospital do Distrito Federal. Em entrevista ao G1, ele afirmou que procurou o hospital por sentir dificuldades de respirar. O diagnóstico de que precisava fazer uma cirurgia saiu há uma semana.

“Quero dizer a todas essas pessoas que estão entrando em contato que sou bem grato. Faz 20 anos que eu saí dos holofotes, mas a ‘Nação ENGHAW’ mostrou a sua força. Uma grande surpresa e motivo de alegria e força para gente nesse momento”, afirma o artista, que vive em Brasília desde 2000 com a mulher e as três filhas.

Quero dizer a todas essas pessoas que estão entrando em contato que sou bem grato. Faz 20 anos que eu saí dos holofotes, mas a ‘Nação ENGHAW’ mostrou a sua força. Uma grande surpresa e motivo de alegria e força para gente nesse momento”
Carlos Maltz, ex-baterista da banda Engenheiros do Hawaii

O procedimento é no Hospital Anchieta, em Taguatinga. “Descobri que os médicos do coração de Brasília estão entre os mais conceituados do Brasil. Se tudo vier bem, fico uma semana no estaleiro e depois volto ao mundo real, que não é lá essas coisas, mas é o único lugar onde se pode comer uma boa costela de boi”, brincou.

Matlz é um dos fundadores da banda, participando do conjunto entre 1984 e 1996. Entre os sucessos da Engenheiros, estão as músicas “Ando Só”, “A Montanha”, “Eu Que Não Amo Você”, “Somos Quem Podemos Ser”, “Pra ser Sincero”, “O Preço, “Refrão de Bolero”, “Piano Bar” e “Infinita Highway”.

Além de baterista, Carlos Maltz também é psicólogo e astrólogo. O apreço pelo universo místico, no entanto, não foi decisivo para marcar o dia da cirurgia do coração. “Foi o médico mesmo”, riu.

Na internet, o líder da banda, Humberto Gessinger, postou mensagens de apoio ao colega. “Na quarta, @carlosmaltz se submeterá a uma cirurgia da qual seu coração sairá mais forte do que nunca. A corrente de boas vibes já tá no ar!”, escreveu.

Entenda
O aneurisma ocorre quando um vaso sanguíneo se dilata fora dos padrões normais. O aneurisma mais comum é o que afeta a maior artéria humana, a aorta. A condição é delicada porque, dependo do tamanho do aneurisma, pode se romper e causar hemorragia interna. Em geral, aneurismas não causam sintoma – crescem silenciosamente. A maior parte é descoberta de forma ocasional por meio de raio-X ou ecografias.

 





Source link

No DF, festa 'Top Secret' tem MC Jenny e sertanejos nesta terça



A cantora MC Jenny (Foto: Objetiva Comunicação/Divulgação)A cantora MC Jenny, atração desta terça (29) da festa “Top Secret” (Foto: Objetiva Comunicação/Divulgação)

A funkeira MC Jenny é a principal atração da festa “Top Secret”, que acontece nesta terça (29), véspera de feriado pelo “dia do evangélico”, no Barril 66, em Águas Claras, no Distrito Federal. O programa começa às 21h.

O evento tem também as duplas sertanejas Heverton & Heverson e Danilo & Daniel. Nos intervalos, quem anima o público é o DJ Kacá.

A cantora MC Jenny ficou conhecida pelo hit “Aquecimento da MC Jenny”. Ela apresenta ainda “Bumbum do mal”, tema da turnê que fez em cidades do Paraguai.

A dupla sertaneja Heverton & Heverson, atração desta terça (29) na festa Top Secret, em Águas Claras, no DF (Foto: W4 Music/Divulgação)A dupla sertaneja Heverton & Heverson, atração desta terça (29) na festa Top Secret, em Águas Claras, no DF (Foto: W4 Music/Divulgação)

Top Secret

Atrações: MC Jenny, Heverton & Heverson, Danilo & Daniel e DJ Kacá
Data: terça (29)
Local: Barril 66 – Águas Claras
Endereço: ADE – conjunto 12 lote 46
Horário: 21h





Source link

Fãs relatam expectativa antes de show do Black Sabbath em Porto Alegre



Na fila para a apresentação do Black Sabbath em Porto Alegre, o sentimento era de expectativa. A banda inglesa se apresenta a partir das 21h desta segunda-feira (28) no estacionamento da Fiergs no primeiro show da turnê “The End” no Brasil.

Casal Eduardo Mota e Tais Rosa, show, Black Sabbath, Porto Alegre (Foto: Reprodução/Giulia Perachi)Casal Eduardo e Tais aguardavam show do Black
Sabbath (Foto: Reprodução/Giulia Perachi)

O casal Eduardo Mota, de 35 anos, e Tais Rosa, de 26, já viram os astros do rock outras vezes. Mota conta que já foi a quatro apresentações de Ozzy Ousbourne, líder do grupo, e outras duas da banda. “Expectativa demais. Hoje vai ser demais isso”, projeta. Ele espera que não seja a última oportunidade. “Tomara que não. Tem que assistir o final”, diz.

“É o show de uma vida. Para quem cresceu escutando a banda, estar aqui presente é um sonho”, descreve o fã Jeferson enquanto aguardava na fila. “Estamos aqui para curtir o Black Sabbath, o Ozzy, quem sabe pela última vez. Mas, com sorte, veremos outras vezes também”, relata um casal que viajou cerca de 300 quilômetros desde Criciúma, em Santa Catarina, para assistir à apresentação em Porto Alegre.

Caravana da Região Central
De Santa Maria, na Região Central, partiram 10 ônibus lotados em direção à Zona Norte da capital gaúcha. Entre as dezenas de fãs está o músico e vendedor Fernando Dimoret, que não pretende perder o que considera a última oportunidade de ver de perto Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler.

Fila para o show do Black Sabbath em Porto Alegre (Foto: Juliano Chimenes/RBS TV)Fila para o show do Black Sabbath em Porto Alegre
(Foto: Juliano Chimenes/RBS TV)

“No mínimo há uns 25 anos, sou fã do Black Sabbath e tenho a oportunidade de ver a formação quase original no palco em seus últimos respiros de existência física, porque intelectualmente eles vão existir para sempre. Para mim, é um prazer inenarrável”, diz o músico.

Já em Porto Alegre, no final da manhã já havia fãs esperando a abertura dos portões, às 16h. O primeiro da fila havia chegado até o local por volta das 21h de domingo. No lado de dentro, o palco já está montado à espera das bandas de abertura. Os gaúchos da tocam a partir das 19h30, e o convidado especial Rival Sons entra às 20h.

Os ingressos foram todos vendidos. De acordo com a produtora do evento, a apresentação de despedida terá a maior produção já feita pelo grupo, e reunirá clássicos de toda trajetória.

A turnê ‘The End’ começou nos Estados Unidos em janeiro deste ano. Pela última vez, o Black Sabbath subiu em palcos da América do Norte, Europa e Austrália, em mais de 80 shows, antes de se despedir do público brasileiro.

Em 2013 a banda também tocou no estacionamento da Fiergs, com a tunê mundial “The Reunion Tour”. Reveja aqui fotos do show.

Mapa de acesso à Fiergs para o show do Black Sabbath (Foto: Reprodução)Mapa de acesso à Fiergs para o show do Black Sabbath (Foto: Reprodução)

SERVIÇO

Black Sabbath em Porto Alegre
Local: Estacionamento da Fiergs – Av. Assis Brasil, 8787 – Sarandi.
Abertura dos portões: 16h
Show: 21h
Banda de abertura – Krisium: 19h30
Convidado especial – Rival Sons: 20h
Capacidade: 30 mil pessoas

Curitiba
Data: 30 de novembro, quarta-feira
Horário: 21h
Local: Pedreira Paulo Leminski – Av. João Gava, S/N – Pilarzinho
Capacidade: 25 mil pessoas

Rio de Janeiro
Data: 2 de dezembro, sexta-feira
Horário: 21h
Local: Praça da Apoteose – Passarela do Samba Prof. Darcy Ribeiro – Sambódromo
Capacidade: 35 mil pessoas

São Paulo
Data: 4 de dezembro, domingo
Horário: 20h30
Local: Estádio do Morumbi – Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 –  Morumbi
Capacidade: 68 mil pessoas

 

 





Source link

Fãs viajam para ver Black Sabbath em Porto Alegre: 'prazer inenarrável'



O Black Sabbath se apresenta a partir das 21h desta segunda-feira (28) no estacionamento da Fiergs, em Porto Alegre, no primeiro show da turnê “The End” no Brasil. Enquanto alguns fãs da banda aguardam desde a noite de domingo (27) em frente ao local, outros viajam de outras partes do estado para ver a banda.

Fila para o show do Black Sabbath em Porto Alegre (Foto: Juliano Chimenes/RBS TV)Fila para o show do Black Sabbath em Porto Alegre
(Foto: Juliano Chimenes/RBS TV)

De Santa Maria, na Região Central, devem partir 10 ônibus lotados em direção à Zona Norte da capital gaúcha. Entre as dezenas de fãs está o músico e vendedor Fernando Dimoret, que não pretende perder o que considera a última oportunidade de ver de perto Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler.

“No mínimo há uns 25 anos, sou fã do Black Sabbath e tenho a oportunidade de ver a formação quase original no palco em seus últimos respiros de existência física, porque intelectualmente eles vão existir para sempre. Para mim, é um prazer inenarrável”, diz o músico.

Já em Porto Alegre, no final da manhã já havia fãs esperando a abertura dos portões, às 16h. O primeiro da fila havia chegado até o local por volta das 21h de domingo. No lado de dentro, o palco já está montado à espera das bandas de abertura. Os gaúchos da tocam a partir das 19h30, e o convidado especial Rival Sons entra às 20h.

Não há mais ingressos à venda pela internet. A bilheteria oficial abriu às 10h para compra (sem taxa de conveniência) e retirada de ingressos comprados online. De acordo com a produtora do evento, a apresentação de despedida terá a maior produção já feita pelo grupo, e reunirá clássicos de toda trajetória.

A turnê ‘The End’ começou nos Estados Unidos em janeiro deste ano. Pela última vez, o Black Sabbath subiu em palcos da América do Norte, Europa e Austrália, em mais de 80 shows, antes de se despedir do público brasileiro.

Em 2013 a banda também tocou no estacionamento da Fiergs, com a tunê mundial “The Reunion Tour”. Reveja aqui fotos do show.

Mapa de acesso à Fiergs para o show do Black Sabbath (Foto: Reprodução)Mapa de acesso à Fiergs para o show do Black Sabbath (Foto: Reprodução)

SERVIÇO

Black Sabbath em Porto Alegre
Local: Estacionamento da Fiergs – Av. Assis Brasil, 8787 – Sarandi.
Abertura dos portões: 16h
Show: 21h
Banda de abertura – Krisium: 19h30
Convidado especial – Rival Sons: 20h
Capacidade: 30 mil pessoas

Curitiba
Data: 30 de novembro, quarta-feira
Horário: 21h
Local: Pedreira Paulo Leminski – Av. João Gava, S/N – Pilarzinho
Capacidade: 25 mil pessoas

Rio de Janeiro
Data: 2 de dezembro, sexta-feira
Horário: 21h
Local: Praça da Apoteose – Passarela do Samba Prof. Darcy Ribeiro – Sambódromo
Capacidade: 35 mil pessoas

São Paulo
Data: 4 de dezembro, domingo
Horário: 20h30
Local: Estádio do Morumbi – Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 –  Morumbi
Capacidade: 68 mil pessoas

 

 





Source link