Paulo Carvalho lança 'Carvão', álbum que reúne Tim Bernardes, Jeneci e Arnaldo




Produzido por Alexandre Kassin e gravado em fevereiro de 2017, o terceiro álbum de Paulo Carvalho, Carvão, chega ao mercado fonográfico em 20 de março, um ano após ter sido formatado em estúdio da cidade do Rio de Janeiro (RJ). Além da produção ter a assinatura de Kassin, o álbum alinha outros nomes-grifes na ficha técnica com a missão de projetar a obra autoral do cantor, compositor e poeta. O maestro Arthur Verocai fez alguns arranjos de cordas para o repertório inteiramente autoral do disco. Marcelo Jeneci é o convidado e parceiro de Carvalho em Qual o porquê? – música já apresentada na web em agosto de 2016, seis meses antes da gravação do álbum – enquanto Arnaldo Antunes assina com o anfitrião os versos de Área de cobertura, música que tem melodia criada pelo compositor e pianista André Lima, parceiro recorrente de Carvalho na composição de músicas inéditas como Náufrago, Falso sorrir, O amor não é para ser amado, Mesmo lugar e Vamos saber. Capa do álbum ‘Carvão’, de Paulo Carvalho Arte de Verena Smit Tocando os pianos e teclados do disco, André Lima também integra a banda que gravou o álbum Carvão ao lado dos músicos Stephane San Juan (bateria, percussão) e Tim Bernardes (guitarra e violões), além do próprio produtor Kassin, no baixo acústico. Corroborando a intenção de conectar Paulo Carvalho – em foto de Verena Smit – à geração indie contemporânea de aura mais hype, o disco tem ainda a participação de Mãeana, codinome artístico usado em projetos individuais pela cantora e compositora Ana Cláudia Lomelino, vocalista do grupo carioca Tono.



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *