Festival de música eletrônica Ultra Brasil divulga novas atrações



A banda inglesa de trance Above & Beyond (Foto: Reprodução/Facebook/Above & Beyond)A banda inglesa de trance Above & Beyond (Foto: Reprodução/Facebook/Above & Beyond)

A banda inglesa de trance Above & Beyond e a dupla americana de drum and bass Krewella estarão na programação do festival de música eletrônica Ultra Brasil, que acontece em 14 e 15 de outubro no Rio de Janeiro.

O evento divulgou nesta quarta-feira (24) a segunda fase do line-up, que inclui também o DJ britânico Nic Fanciulli e o músico americano Steve Aoki entre as atrações principais.

Na lista de headliners, já haviam sido divulgados outros nomes internacionais, entre eles Carl Cox, Dash Berlin, Hardwell, Martin Garrix e DJ Snake.

Um dos mais conhecidos da música eletrônica, realizado ao ar livre, o festival Ultra aconteceu pela primeira vez em 1999, em Miami. Desde então, já foram realizadas edições na Argentina, Chile, Croácia, Ibiza, Japão, Coreia, África do Sul, entre outros.

No Rio, a festa acontece na Quinta da Boa Vista. Carnage, Cosmic Gate, Infected Mushroom, Markus Schulz e Sunnery James & Ryan Marciano também estão na lista da programação (veja o line-up completo no site do evento).





Source link

Robert De Niro volta aos ringues em "Punhos de Aço"


Robert De Niro concede entrevista em Sarajevo(Reuters) – O ator Robert De Niro voltou aos ringues no novo drama "Punhos de Aço". Mas, desta vez, não é ele quem está trocando socos, ele está treinando o famoso lutador panamenho, Roberto Duran, interpretado por Edgar Ramirez. De Niro, 73 anos, que ganhou um Oscar pelo filme "Touro Indomável", em 1981, interpreta o treinador de Duran, Ray Arcel. O cantor Usher viverá o rival de Duran, Sugar Ray Leonard, e também trabalhou na música tema do filme. "Para todo grande filme há uma música. Para todo grande momento existe uma música", disse Usher. …



Source link

Violinista Lindsey Stirling diz que novo álbum "Brave Enough" é terapêutico


Violinista Lindsey Stirling posa para fotos nos bastidores do Billboard Awards, em Las VegasNOVA YORK (Reuters) – A violinista norte-americana Lindsey Stirling lida com o amor e a perda no novo disco, "Brave Enough", e a superação das adversidades é o pano de fundo de seu novo trabalho após um ano marcado pela morte de seu melhor amigo e um diagnóstico de câncer de seu pai. A faixa-título foi a primeira que a artista de 29 anos compôs depois que seu amigo Jason Gaviati morreu em 2015. Ela ainda escreveu "Gavi's Song" para homenagear a amizade dos dois. "Eu não consegui compor a respeito destas coisas até lidar com elas. …



Source link

Demi Lovato é processada por violação de direitos autorais


Demi Lovato se apresenta em convenção democrata na FiladélfiaPor Melissa Fares (Reuters) – A cantora e atriz Demi Lovato foi acusada pela banda de rock norte-americana Sleigh Bells por violação de direitos autorais. Alexis Krauss e Derek Miller, da banda de Nova York, disseram em ação movida na segunda-feira em tribunal federal na Califórnia que "Stars", faixa do disco de 2015 "Confident", de Lovato, contém partes significativas tiradas da música "Infinity Guitars", de 2010. …



Source link

Placa em homenagem a David Bowie é lançada em casa onde cantor morou em Berlim



BERLIM (Reuters) – Uma placa em homenagem a David Bowie foi apresentada nesta segunda-feira na casa onde o astro do rock, que morreu em janeiro, morou durante a temporada que passou em Berlim, na época da Guerra Fria. Bowie se mudou para Berlim nos anos 1970, enquanto trabalhava nos álbuns “Low”, “Heroes” e “Lodger”. Fãs se juntaram do lado de fora do prédio nesta segunda-feira, deixando flores e velas, antes de o prefeito de Berlim, Michael Mueller, apresentar a placa, em que se lê David Bowie (1947-2016) viveu nesta casa entre 1976-1978). A placa também cita uma passagem da música “Heroes”. …



Source link

Toots Thielemans, considerado 'rei da gaita', morre aos 94 anos



Músico de jazz Toots Thielemans em foto de 2012 (Foto: KRISTOF VAN ACCOM / BELGA / AFP)Músico de jazz Toots Thielemans em foto de 2012 (Foto: KRISTOF VAN ACCOM / BELGA / AFP)

O músico belga Toots Thielemans, considerado o rei da gaita, morreu nesta segunda-feira (22) aos 94 anos, após uma longa carreira internacional durante a qual tocou junto aos maiores nomes do jazz.

Thielemans, cuja música pode ser ouvida em trilhas sonoras de filmes como “Bonequinha de Luxo” (1961), morreu “enquanto dormia” um mês depois de ter sido hospitalizado devido a uma queda, anunciou à AFP seu agente, Veerle Van de Poel.

Figura mundial do jazz, tocou junto aos maiores: Ella Fitzgerald, Quincy Jones, Bill Evans, Frank Sinatra, Ray Charles, Larry Schneider e Oscar Peterson.

Também acompanhou artistas como Nick Cave, Paul Simon, Billy Joel e Stevie Wonder.

Ele também tocou com músicos brasileiros e no final dos anos 60 gravou um disco com Elis Regina.

Nascido em 29 de abril de 1922 em um bairro popular de Bruxelas onde seus pais trabalhavam em um café, Thielemans, também guitarrista, foi o primeiro músico a levar a gaita cromática ao reconhecimento geral.

Thielemans descobriu este instrumento em 1938. Seduzido em um primeiro momento pela música de Ray Ventura, foi picado pelo vírus do jazz durante a Segunda Guerra Mundial e, com uma guitarra nas mãos, adotou como modelo o cigano Django Reinhardt.

No fim da década de 1940 se instalou nos Estados Unidos, onde acompanhou o saxofonista Charlie Parker. Retornou posteriormente à Europa para uma turnê com o clarinetista Benny Goodman.

Após o êxito de “Bluesette” em 1962, interpretou com sua gaita a trilha sonora do filme “Perdidos na Noite”, de John Schlesinger (1969) e, mais tarde, de “Jean de Florette”, de Claude Berri (1986).

“Perdemos um grande músico”, escreveu no Twitter o primeiro-ministro belga, Charles Michel, após o anúncio da morte de Thielemans, a quem o rei Alberto II concedeu o título de barão em 2001.

Em 2012, e apesar de estar em um estado delicado de saúde, Thielemans fez um show no Palácio de Belas Artes de Bruxelas para celebrar seus 90 anos, antes de iniciar uma turnê que o levou a Estados Unidos e Japão.

“Levou a gaita ao topo da arte e se converteu em um maestro”, havia declarado na época o instrumentista brasileiro Oscar Castro-Neves, que o acompanhava regularmente.

Em 2014, ao sentir que perdia forças e “para não decepcionar seu público”, cancelou seus shows e colocou um ponto final a sua carreira.

Em 2009, os Estados Unidos concederam a ele o prêmio “jazz master award”, uma distinção dada poucas vezes a europeus, e a Academia Charles Cros entregou ao belga em 2012 um prêmio em homenagem a sua carreira.

  •  

Disco lançado por Toots Thielemans e Elis Regina em 1969 (Foto: Divulgação)Disco lançado por Toots Thielemans e Elis Regina em 1969 (Foto: Divulgação)





Source link