Veteranos da música se despedem de Natalie Cole com homenagem



LOS ANGELES (Reuters) – Músicos veteranos, amigos e familiares prestaram homenagens à vencedora do Grammy Natalie Cole, celebrando a vida da cantora em um funeral em Los Angeles repleto de estrelas. Natalie, filha do artista veterano Nat King Cole, morreu aos 65 anos, no dia 31 de dezembro, vítima de uma doença pulmonar rara que levou a insuficiência cardíaca. A cerimônia na segunda-feira teve música, com Stevie Wonder tocando gaita e cantando a oração do Senhor. …



Source link

Veteranos da música se despedem de Natalie Cole com homenagem



Lionel Richie e Smokey Robinson foram ao funeral de Natalie Cole, em Los Angeles (Foto: REUTERS/Kevork Djansezian)Lionel Richie e Smokey Robinson foram ao funeral de Natalie Cole, em Los Angeles (Foto: REUTERS/Kevork Djansezian)

Músicos veteranos, amigos e familiares prestaram homenagens à vencedora do Grammy Natalie Cole, celebrando a vida da cantora em um funeral em Los Angeles repleto de estrelas.

Natalie, filha do artista veterano Nat King Cole, morreu aos 65 anos, no dia 31 de dezembro, vítima de uma doença pulmonar rara que levou a insuficiência cardíaca.

A cerimônia na segunda-feira (11) teve música, com Stevie Wonder tocando gaita e cantando a oração do Senhor. Os presentes, entre os quais estavam Gladys Knight, Lionel Richie e Smokey Robinson, que chamou Cole “minha amiga, minha parceira e muitas vezes minha confidente”, também homenagearam a cantora aplaudindo-a solenemente de pé.

“Por mais que eu ficasse em êxtase com sua arte, que era tão profunda, quando penso nela hoje, percebo que é da sua amizade que mais sinto falta”, disse o produtor musical David Foster.

Funeral de Natalie Cole aconteceu em Los Angeles, nesta segunda (11) (Foto: REUTERS/Kevork Djansezian)Funeral de Natalie Cole aconteceu em Los Angeles, nesta segunda (11) (Foto: REUTERS/Kevork Djansezian)

A família de Natalie Cole afirmou na semana passada que a cantora tinha sido diagnosticada há cinco anos com hipertensão pulmonar arterial idiopática, depois de um transplante renal bem-sucedido em 2009.

Ela foi operada após o diagnóstico de hepatite, seguido de um período de abuso de drogas. A cantora de jazz, pop e soul, cuja carreira se estendeu por cinco décadas, voltou a se apresentar em todo o mundo.

Conhecida por canções como “This Will Be (An Everlasting Love)” e “I’ve Got Love On My Mind”, seu maior sucesso foi um dueto virtual de “Unforgettable” com seu falecido pai.





Source link

A zona azul digital é uma boa ideia que não pode morrer por detalhes



A prefeitura de São Paulo anunciou a criação de um sistema de compra de créditos para zona azul pelo celular. Com ele, o motorista estaciona seu veículo, vê um código na placa de zona azul do quarteirão e preenche os dados com sua placa. Também será possível comprar tais créditos antecipadamente, nos pontos de vendas tradicionais (como padarias e bancas de jornal). Quando o tempo estabelecido está se esgotando, o aplicativo avisa e é possível carregar mais algumas horas sem precisar retornar ao veículo. O pagamento é debitado do cartão de crédito. O sistema tradicional, com folhas preenchidas a mão, seria mantido.

Continue lendo no Outra Cidade: http://outracidade.com.br/a-zona-azul-digital-e-uma-boa-ideia-que-nao-pode-morrer-por-detalhes/

Veja mais sobre



Source link

Influenciada por Bowie, banda do RS lembra sucesso com versão do artista



Um dos artistas mas influentes da cultura pop morreu na segunda-feira (11) aos 69 anos de idade. David Bowie inspirou artistas e foi uma das grandes influências da banda gaúcha Nenhum de Nós, que fez muito sucesso com a versão de uma canção do ídolo britânico. Que era, de acordo com o grupo, conhecida e aceita pelo próprio autor.

 

A ideia era fazer uma homenagem ao artista por conta de toda a influência que ele teve sobre a banda. Foi quando eles gravaram “Astronauta de Mármore”, uma versão de Starman, incluída no lado b do segundo disco. A música fez tanto sucesso que a banda acabou conhecida em todo o Brasil.

“Nos primeiros shows, não tinha muita música. Para ter um repertório um pouquinho mais gordo, assim para fazer os show, a gente resolveu que tinha que colocar uma música de Bowie, e escolheu ‘Starman’ (…) A gente achava que ia ser apenas uma bela homenagem de fã ao ídolo. E acabou que essa musica foi um estouro, foi a musica mais tocada no Brasil em 1989”, lembra o vocalista Thedy.

Segundo a banda, a versão foi abençoada pelo próprio Bowie. “Num show em São Paulo ele falou: ’vou tocar uma música que vocês conhecem em português e podem cantar ela assim’, e ai ele tocou Starman”, conta Thedy.

“Sinto um imenso orgulho de alguma maneira ter possibilitado apresentar o trabalho do Bowie para tantas pessoas aqui no Brasil que, através da nossa versão, tomaram contato com o trabalho dele”, confessa o vocalista.

Antes mesmo de ajudar a alavancar a carreira da Nenhum de Nós, a influência de Bowie se deu até na formação da banda. “Eu me lembro que a gente gravou a música China Girl em um ensaio e eu cantando daquele jeito grave que ele cantava, a gente chegou a conclusão de que eu poderia ser o vocalista do Nenhum de Nós”, lembra.

E mesmo depois de tanto tempo, Thedy ainda carrega a admiração pelo ídolo que se foi depois de 18 meses lutando em silêncio contra um câncer. “Eu acho que ele é um dos principais exemplos que a gente deve seguir para ser artista. Com coerência, com inventividade, trazendo inspiração para os outros e sendo um cara imprevisível da maneira que ele foi a vida inteira”, finaliza.

 





Source link

iOS 9.3 tem recursos para educação e ajuste de tela para não tirar seu sono durante a noite



O beta do iOS 9.3 foi lançado e trouxe uma quantidade considerável de novos recursos – é a maior atualização que o sistema da Apple vai receber desde o lançamento do iOS 9. Entre os destaques estão funcionalidades voltadas para o mundo da educação, além de modificações que devem facilitar um pouco a vida dos usuários em geral.

O principal recurso é o modo de múltiplos usuários, este voltado para educação. A ideia é que escolas aproveitem o mesmo tablet para diversos estudantes – cada aluno teria um perfil próprio e todos poderiam usar os mesmos apps, mas as informações de cada um deles ficaria bloqueada atrás de uma senha.

Para os professores, um app “classroom” oferece novo modo mosaico daria uma visão de quais apps estão sendo usados pelos alunos. É possível espelhar a tela deste app para outros tablets, o que ajudaria na hora de fazer alguma explicação.

Esses modos são exclusivos para o mercado da educação e não devem chegar aos usuários finais – ao menos não no iOS 9.3. Então se você tem um iPad que é compartilhado por várias pessoas em casa, vai ter que esperar mais um tempo até que cada pessoa tenha seu próprio perfil.

Mas algumas novidades foram pensadas para o usuário final, como o modo Night Shift. Com ele, o iOS usa sua localização geográfica e horário para mudar com sutileza o balanço de branco na tela do iPad ou iPhone, de forma que a tela não prejudicasse tanto seus olhos a ponto de dificultar na hora de dormir. É mais ou menos o que já faz o f.lux, que precisa de jailbreak para funcionar nos dispositivos da Apple.

Outras pequenas modificações foram feitas em alguns dos apps nativos do sistema, como o Notes, que ganhou bloqueio por senha ou impressão digital para que você empreste seu iPhone para outra pessoa e ela não leia tudo o que está escrito lá. O News ganhou novos poderes de curadoria de notícias, enquanto o app Saúde facilita o encontro de apps compatíveis com o HealthKit para que você consiga usá-lo melhor.

Por fim, a Apple adicionou um recurso que deve agradar uma parcela mínima dos seus usuários: a possibilidade de pareamento de mais de um Apple Watch ao Watch App. Sim, aparentemente a Apple acredita que algumas pessoas têm mais de um Apple Watch em casa e quer acabar com o incômodo causado por isso, já que só é possível parear um dispositivo por vez.

Considerando o quão caro é um Apple Watch, o The Next Web especula que o objetivo não seja necessariamente permitir que uma pessoa tenha dois Apple Watch por vez pareados com o mesmo iPhone, e sim que a empresa prepara outros dispositivos vestíveis além do relógio inteligente – neste caso, você poderia ter, por exemplo, uma pulseira fitness da Apple e um smartwatch ao mesmo tempo.

O iOS 9.3 ainda está em fase beta e deve chegar em breve a todos os dispositivos compatíveis com o iOS 9.

[Apple, ArsTechnica, The Next Web]



Source link

David Bowie morreu de câncer no fígado, diz rádio



David Bowie em foto do disco 'Aladdin Sane' (Foto: Divulgação)David Bowie em foto do disco ‘Aladdin Sane’ (Foto: Divulgação)

O diretor de teatro belga Ivo van Hove, que trabalhou com David Bowie recentemente no musical “Lazarus”, afirmou neste segunda-feira (11) em entrevista a uma rádio holandesa que o cantor tinha câncer de fígado. Um dos artistas mais influentes da música do rock e do pop em todos os tempos, o cantor britânico morreu neste domingo (10) aos 69 anos. O comunicado oficial não especificou o tipo de câncer que afetava o artista.

 

“É terrível, vivo há muito tempo sabendo que isso iria acontecer”, declarou Van Hove à NPO Radio 4, que faz parte do grupo NPO, rede de canais de TV e rádio pública da Holanda. “Algumas semanas atrás, eu estava ao lado dele no palco durante a estreia de ‘Larazus’ [em Nova York]. Quando entrei no carro, sabia que poderia ser a última vez que o via.”

O diretor comentou que era uma das poucas pessoas que sabiam da doença de David Bowie: “Ele me disse mais de um ano e três meses atrás que tinha câncer no fígado, logo depois de ele mesmo ter ficado sabendo”.

O anúncio oficial da morte de David Bowie citava que o artista tinha câncer, mas não dizia qual era o órgão afetado pela doença. “David Bowie morreu em paz hoje cercado por sua família após uma corajosa batalha de 18 meses com câncer. Enquanto muitos de vocês vão compartilhar essa perda, nós pedimos que respeitem a privacidade da família durante o seu tempo de luto”, diz texto publicado no Facebook.

Bowie vinha se mantendo longe dos holofotes desde que passou por uma cirurgia cardíaca da emergência em 2004. Sua última performance ao vivo foi em um show de caridade em Nova York em 2006.

Ele comemorou seu aniversário de 69 anos no dia 8 de janeiro com o lançamento do álbum “Blackstar”, o 25º e o mais recente trabalho de uma longa carreira. O disco tem recebido críticas positivas.

Uma das faixas chama-se justamente “Lazarus”, mesmo nome do musical que estreou em dezembro no circuito off-Broadway. Bowie escreveu a peça ao lado do dramaturgo Enda Walsh. A história adapta o filme “O homem que caiu na Terra” (1976), de Nicolas Roeg, inspirado no livro de ficção científica de mesmo nome escrito por Walter Trevis.

Carreira
David Robert Jones nasceu no bairro londrino de Brixton e começou a tocar saxofone aos 13 anos. Abandonou a escola na adolescência e saltou à fama em 1969 com “Space Oddity”, uma mítica balada sobre a história de Major Tom, um astronauta que se perde no espaço.

Em 1972, lançou “The rise and fall of Ziggy Stardust and the spiders from Mars”. Esse venerado disco, no qual relata a inverossímil história do personagem Ziggy Stardust, um extraterrestre bissexual e andrógino que virou estrela do rock, mostrou duas das obsessões do cantor: o teatro japonês kabuki e a ficção científica.

Entre seus maiores sucessos estão “Let’s Dance”, “Space Oddity”, “Heroes”, “Under Pressure”, “Rebel, Rebel”, “Life on Mars” e “Suffragette City”.

 





Source link

Estas fotos mostram a beleza alienígena da vida subaquática



A maioria de nós tem uma vaga e abstrata ideia de como é a vida sob a água. Porém, alguns homens e mulheres são dedicados a desvendar os mistérios do fundo do mar para a gente. Como o concurso Ocean Art Photography mostra, eles estão fazendo um trabalho espetacular.

Ocean Art é a competição de maior prestígio do mundo sobre imagens feitas sob a água. Organizado pelo Underwater Photography Guide e julgado por uma série de especialistas, a edição deste ano distribuiu US$ 70 mil para 75 fotógrafos, por terem ganhado em pelo menos uma das várias categorias do concurso, como fotos em lente grande angular, macrofotografia e DSLR.

De crustáceos a enguias devorando polvos, as fotos são tão diversas e lindas como nosso ecossistema marinho, que cobre 70% de nosso planeta. Se podemos tirar alguma conclusão dos vencedores do Ocean Art, é que apesar de toda nossa tecnologia e habilidade de explorar mundos distantes, os oceanos continuam sendo algo surreal, impressionante e um lugar quase alienígena pelas formas belas e esquisitas.

Nós selecionamos algumas das nossas fotos preferidas. Para informações completas dos vencedores de cada categoria e as histórias sobre cada uma das fotos, acesse o site UW photography.

Todas as imagens são da Ocean Art Underwater Photo Competition 2015



Source link

Novo álbum de David Bowie chega ao 1º lugar das paradas britânicas



 

Mesmo antes do anúncio de sua morte por câncer, David Bowie deixou mais um álbum em primeiro lugar nas paradas musicais da Grã-Bretanha com seu novo álbum “Blackstar”.

Bowie, ícone da música pop responsável por hits como “Ziggy Stardust” e famoso por seu visual andrógeno, morreu no domingo aos 69 anos.

“Enquanto a triste notícia sobre a morte de David Bowie surgiu nesta manhã, seu novo álbum ‘Blackstar’ está no primeiro lugar esta semana”, informou a OfficialCharts.com em comunicado.

“O vigésimo quinto álbum de estúdio da lendária estrela ficou na liderança hoje com vendas combinadas de 43 mil álbuns até agora — 25 mil à frente de seu concorrente mais próximo.”

As vendas depois do anúncio da morte de Bowie só serão refletidas nos números das paradas britânicas na terça-feira, disse uma porta-voz.

No site britânico da Amazon, “Blackstar” é o álbum mais vendido, enquanto o iTunes, da Apple, informou que uma coletânea com os maiores sucessos de Bowie é o quinto álbum mais vendido.

“Blackstar”, coproduzido por Tony Visconti, grande colaborador de Bowie, possui somente sete músicas, mas críticos receberam bem o trabalho. O jornal britânico Guardian disse que o álbum é “uma fascinante ruptura com o passado (de Bowie)”.

Capa do álbum 'Blackstar', de David Bowie (Foto: Divulgação)Capa do álbum ‘Blackstar’, de David Bowie (Foto: Divulgação)





Source link