Morre a 1ª professora de piano de Roberto Carlos, em Cachoeiro, ES



Morreu na madrugada desta segunda-feira (4) a professora e pianista Maria Helena Gonçalves Mignone.

Ela estava com 88 anos e foi a primeira professora de piano do cantor Roberto Carlos, em Cachoeiro de Itapemirim, Sul do Espírito Santo.

Além de professora, ela também foi eleita a rainha da beleza, em Cachoeiro.

Maria Helena morreu dormindo, em casa. O velório foi realizado na capela do Cemitério do Coronel Borges e ela foi enterro vai acontecer às 17 horas.





Source link

Tela OLED flexível de 18 polegadas da LG está pronta para ser mostrada na CES 2016



Telas flexíveis são uma coisa maluca por si só, mas nenhuma é tão louca como a tela OLED de 18 polegadas da LG que pode ser dobrada como se fosse uma revista. E ela está pronta para ser oficialmente apresentada para o mundo durante a CES 2016.

Nós vimos ela em ação em 2014, mas o fato da LG preparar uma demonstração pública durante a CES indica que ela pode estar quase pronta para estreia. As possíveis aplicações para essa tecnologia são em vidros internos de carros que se dobram para se adaptarem ao veículo, ou TVs que podem ser guardadas quando não estão em uso – os componentes eletrônicos ficariam em uma caixa externa, possibilitando que a tela seja dobrada sem prejudicar o funcionamento.

Este ano promete ser o primeiro com dispositivos dobráveis – a Samsung também promete um desses aparelhos para 2016. Além das duas coreanas, empresas como Sharp e Sony também trabalham nessa tecnologia. [The Verge, Gizmodo UK]



Source link

Mark Zuckerberg revela planos de 2016 para projeto de inteligência artificial



Por Suzanne Barlyn NOVA YORK (Reuters) – Mark Zuckerberg quer montar um assistente de inteligência artificial em 2016 para ajudar a cuidar de sua casa e apoiá-lo no trabalho, disse o fundador e presidente-executivo do Facebook no domingo. Zuckerberg, que se compromete com um novo desafio pessoal todos os anos, revelou seu plano em uma postagem no Facebook. “Você pode pensar nisto como Jarvis no Homem de Ferro”, escreveu Zuckerberg, se referindo a um mordomo de inteligência artificial que aparece nos quadrinhos e filmes da Marvel. …



Source link

'Fim de ano', 'Sorry' e 'Baile de favela' estão no top 10 de streaming na virada



O Spotify divulgou nesta segunda-feira (4) a lista de dez músicas mais tocadas na noite de 31 de dezembro pelos usuários brasileiros do serviço de streaming. Veja abaixo o top 10 do réveillon no Spotify.

Duas músicas antigas, tocadas tradicionalmente nesta data no país – “Fim de ano (Adeus ano velho! Feliz ano novo!)” e “Marcas do que se foi” – dividem espaço na lista com sucessos recentes.

Entre as músicas atuais estrangeiras, a mais tocada foi “Sorry”, de Justin Bieber.

A música brasileira atual mais tocada durante a virada no serviço foi “Baile de favela”. O funk paulista gravado por MC João também já foi ouvido 39 milhões de vezes no YouTube desde o lançamento, em 16 de setembro de 2015.

1 – “Fim de Ano (Adeus, Ano Velho! Feliz Ano Novo!)” – Maestro Carlos Santorelli
2 – “Sorry” – Justin Bieber
3 – “How Deep Is Your Love” – Calvin Harris
4 – “Marcas do Que Se Foi” – Artistas Variados
5 – “Baile de Favela” – MC João
6- “Aquele 1%” – Ao Vivo – Marcos & Belutti
7 – “Camarote” – Wesley Safadão
8 – “Can´t Feel My Face” – The Weeknd
9 – “Cheerleader – Felix Jaehn Remix Radio Edit” – OMI
10 – “Hotline Bling” – Drake

Capa de 'Purpose', novo álbum de Justin Bieber. Ele emplacou 3 músicas entre os 50 maiores hits de 2015 (Foto: Divulgação)Capa de ‘Purpose’, novo álbum de Justin Bieber (Foto: Divulgação)

 





Source link

Sistemas operacionais da Apple foram as plataformas mais vulneráveis de 2015



O software com mais vulnerabilidades em 2015 foi o Mac OS X, com 384 falhas divulgadas ao longo do ano passado, segundo estudo da CVE Details. Em 2014, o sistema operacional da Apple também foi o campeão em vulnerabilidades.

O ranking foi criado a partir de dados coletados da National Vulnerability Database (NVD), um banco de dados do governo americano com falhas divulgadas publicamente. O segundo colocado foi o iOS (375 vulnerabilidades), seguido pelo Adobe Flash Player (314 vulnerabilidades). Os dados incluem apenas falhas de segurança publicamente conhecidas. A lista abaixo detalha os 20 primeiros colocados. Você pode conferir até o 50º colocado no VentureBeat.

O Mac OS X aparece apenas uma vez, enquanto o Windows é listado em diferentes versões. De acordo com o VentureBeat, as falhas em versões do Windows são muitas vezes as mesmas, o que significa que muitas das falhas no Windows 8.1, por exemplo, também aparecem no Windows 7.

Novamente, a lista mostra apenas as vulnerabilidades que se tornaram públicas. Cada empresa tem uma política própria para divulgação de falhas de segurança – o que significa que nem todos os erros encontrados em determinados softwares foram necessariamente divulgados, e a forma como eles foram anunciados também varia de empresa para empresa. [VentureBeat]



Source link

Sistema operacional Windows 10 funciona em 200 milhões de dispositivos



SAN FRANCISCO (Reuters) – O sistema operacional mais recente da Microsoft, o Windows 10, está operando em 200 milhões de dispositivos, o que a companhia diz que é a taxa de adoção mais rápida em qualquer um de seus sistemas operacionais. O Windows 10, que a companhia lançou para download gratuito em julho, aciona tanto computadores pessoais como dispositivos como celulares. Ele substituiu o Windows 8, o muito criticado sistema de 2012. …



Source link

Bon Scott, ex-vocalista do AC/DC, dará nome a rua na Austrália



O cantor Bon Scott à frente do AC/DC nos anos 70 (Foto: Divulgação/Site da Artista)O cantor Bon Scott à frente do AC/DC nos anos
70 (Foto: Divulgação/Site da Artista)

Uma rua de Canberra, capital da Austrália, será batizada com o nome de Bon Scott, cantor da banda AC/DC, que morreu em Londres em 1980, informaram nesta segunda-feira (4) as autoridades locais.

“Os novos residentes do bairro de Moncrieff viverão em uma rua batizada com o nome do cantor do AC/DC Bon Scott, que tragicamente morreu aos 33 anos”, anunciou Mick Gentleman, ministro do Planejamento do Território da Capital Australiana, em comunicado.

Além de Scott, nascido na Escócia em 1946, outras ruas de Moncrieff rendem tributo à música com os nomes dos artistas aborígenes Jimmy Little, Harold Blair, Ruby Hunter e o intérprete de didjeridu, um instrumento utilizado pelos indígenas australianos, Alan Dargin.

 





Source link

A Jolla, criadora de alternativa ao iOS e Android, sofreu mais um revés


Você provavelmente já ouviu falar da Jolla, empresa criada por ex-funcionários da Nokia: ela é conhecida por seu sistema operacional com interface por gestos e com suporte a apps de Android. Bem, na virada do ano, ela compartilhou uma surpresa bem desagradável.

A empresa arrecadou US$ 2,5 milhões em uma campanha de crowdfunding no Indiegogo para um tablet que deveria ter sido lançado em maio de 2015. Agora, ela diz que “nem todos que apoiaram a campanha vão receber um tablet”.

Sim, a empresa entregou o tablet em setembro para algumas pessoas, e prepara um segundo lote limitado para o início de 2016. Mas ela reconhece que não conseguirá cumprir os pedidos de todo mundo. O Jolla Tablet custava entre US$ 189 e US$ 269.

Para acalmar os ânimos, a empresa diz: “você pode ter certeza de que não vai acabar de mãos vazias. Podemos até ter algumas surpresas positivas esperando por você – mas mais sobre isso no futuro”. Resta ver se será possível pedir reembolso.

jolla tablet

Este é mais um revés na história da Jolla. Em julho, ela decidiu se dividir em duas: a parte principal da empresa se concentraria em desenvolver o Sailfish OS; enquanto a parte de hardware ficaria em segundo plano.

Antti Saarnio, presidente da Jolla, disse na época que iria entregar os tablets, mas “fomos desacelerados por problemas de abastecimento em certos componentes de hardware”. O foco estava no Sailfish OS, que ganhou uma versão 2.0 para smartphones Jolla (que foram lançados em 2013).

O cofundador Marc Dillon, um dos executivos mais visíveis da Jolla, deixou a empresa em setembro. Dois meses depois, depois que a Jolla não conseguiu garantir uma rodada de financiamento, ela “demitiu temporariamente boa parte de seus funcionários”.

Em meados de dezembro, a empresa conseguiu dinheiro para se manter na ativa, e disse que usaria os recursos para “avançar o desenvolvimento do Sailfish OS”. Agora, a Jolla está dedicada em licenciar seu sistema operacional para outras fabricantes.